Oscar 2018: Confira os vencedores da noite

Noite consagrou A Forma da Água, mas não teve muitas surpresas

04/03/2018 10h30 (Atualizado em 05/03/2018 10h37)

Por Iara Vasconcelos

A 90ª edição do Oscar aconteceu no último domingo (4) e não teve muitas surpresas. Como esperado, A Forma Da Água levou os principais prêmios da noite e saiu consagrado. 

O drama dirigido pelo cineasta mexicano Guillermo Del Toro era o maior destaque com 13 indicações e levou 4 estatuetas, incluindo as de "melhor diretor" e "melhor filme".

Dunkirk, drama de guerra de Christopher Nolan, era o segundo maior indicado com 8 nomeações e levou 3 prêmios, a maior parte em categorias técnicas.

+ Confira os indicados ao Oscar 2018

A festa foi comandada novamente por Jimmy Kimmel, que já no discurso de abertura relembrou a gafe do ano passado, quando La La Land - Cantando As Estações foi anunciado como melhor filme no lugar de Moonlight - Sob A Luz Do Luar. O comediante ainda mencionou a questão dos abusos em Hollywood, a polêmica diferença de salários em Todo O Dinheiro Do Mundo e falou que a estatueta é o homem mais amado de "Hollywood, por manter as mãos à vista".

+ Relembre os ganhadores de melhor filme

Kimmel resolveu fazer uma brincadeirinha à la Ellen DeGeneres e chamou alguns convidados para distribuir lanchinhos ao público que estava presente no cinema próximo ao Teatro Dolby. Em outro momento memorável, o elenco de Star Wars: Os Últimos Jedi subiu ao palco, acompanhados do droide BB-8, para apresentar a categoria de "mnelhor curta animado", que foi para Dear Basketball, escrito pelo jogador Kobe Bryant.

A noite também foi marcada por um momento único na história da premiação. A atriz Daniela Vega foi a primeira mulher transexual a ser apresentadora do Oscar. Além disso, ela estrela o drama Uma Mulher Fantástica, que rendeu ao Chile a sua primeira estatueta.

Como era esperado, a animação da Disney Viva - A Vida É Uma Festa levou o troféu em sua categoria. O longa é inspirado na cultura mexicana, mais especificamente no "Dia de los Muertos", e conta a história de um menino sonhador que acaba parando do outro lado da vida, onde se encontra com familiares já falecidos e com o seu grande ídolo da música.

O diretor de fotografia Roger Deakins venceu a sua primeira estatueta por seu trabalho em Blade Runner 2049 após ser indicado outras 13 vezes sem sucesso. Ele disputava a mesma categoria que Rachel Morrison, a primeira mulher da história a disputar a categoria.

O suspense Corra!, que satiriza o racismo na sociedade americana, levou apenas a estatueta de "melhor roteiro original", mas o prêmio foi um grande passo para Jordan Peele, antes reconhecido como um diretor de "filmes b".

+ Veja onde assistir aos filmes do Oscar 

+ Os grandes monstros na filmografia de Guillermo Del Toro

O também favorito Três Anúncios Para Um Crime saiu com apenas dois prêmios: Melhor atriz para Frances Mcdormand e Melhor ator coadjuvante para Sam Rockwell. McDormand, que brilhou no papel de uma mãe que leva aos extremos a busca de justiça pela morte da filha, fez um discurso poderoso sobre inclusão e convidou todas as mulheres indicadas a subirem ao palco - mas por algum motivo a organização não permitiu que elas subissem.

Apesar do momento tenso que Hollywood enfrenta no momento, o movimento Time's Up não foi o centro das atenções e foi citado diretamente em poucas ocasiões. Ainda assim, não faltaram alfinetadas para os assediadores;

+ Os 10 momentos mais polêmicos da história do Oscar

A cerimônia aconteceu tradicionalmente no Teatro Dolby, em Los Angeles.

Confira os vencedores:

MELHOR FILME

Me Chame Pelo Seu Nome

O Destino De Uma Nação

Dunkirk

Corra!

Lady Bird - É Hora De Voar

A Trama Fantasma

The Post - A Guerra Secreta

A Forma Da Água - vencedor

Três Anúncios Para Um Crime


MELHOR DIRETOR

Christopher Nolan - Dunkirk

Jordan Peele - Corra!

Greta Gerwig - Lady Bird - É Hora De Voar

Paul Thomas Anderson - A Trama Fantasma

Guillermo Del Toro - A Forma Da Água - vencedor

 

MELHOR ATRIZ

Frances McDormand - Três Anúncios Para Um Crime - vencedora

Margot Robbie - Eu, Tonya

Meryl Streep - The Post - A Guerra Secreta

Saoirse Ronan - Lady Bird - É Hora De Voar

Sally Hawkins - A Forma Da Água

 

MELHOR ATOR

Timothée Chalamet - Me Chame Pelo Seu Nome

Daniel Day-Lewis - Trama Fantasma

Daniel Kaluuya - Corra!

Gary Oldman - O Destino De Uma Nação - vencedor

Denzel Washington - Roman J. Israel, Esq.

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Mary J. Blige  - Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi

Allison Janney - Eu, Tonya - vencedora

Laurie Metcalf - Lady Bird - É Hora De Voar

Octavia Spencer - A Forma Da Água

Lesley Manville - A Trama Fantasma

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Richard Jenkins - A Forma Da Água

Christopher Plummer - Todo O Dinheiro Do Mundo

Sam Rockwell - Três Anúncios Para Um Crime - vencedor

Willem Dafoe - Projeto Flórida 

Woody Harrelson - Três Anúncios Para Um Crime

 

MELHOR ANIMAÇÃO

The Breadwinner (Nora Twomey e Anthony Leo)

O Poderoso Chefinho (Tom McGrath e Ramsey Naito)

O Touro Ferdinando (Carlos Saldanha)

Viva - A Vida É Uma Festa (Lee Unkrich e Darla K. Anderson) - vencedor

Com Amor, Van Gogh (Dorota Kobiela, Hugh Welchman e Ivan Mactaggart)

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Sem Amor (Rússia)

Corpo E Alma (Hungria)

The Square - A Arte Da Discórdia (Suécia)

Uma Mulher Fantástica (Chile) - vencedor

O Insulto (Líbano)

 

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Blade Runner 2049 - vencedor

Guardiões Da Galáxia Vol. 2

Star Wars: Os Últimos Jedi

Kong: A Ilha Caveira

Planeta Dos Macacos: A Guerra

 

MELHOR FOTOGRAFIA

Blade Runner 2049 (Roger A. Deakins) - vencedor

O Destino De Uma Nação (Bruno Delbonnel)

Dunkirk (Hoyte van Hoytema)

Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi (Rachel Morrison)

A Forma Da Água (Dan Laustsen)


MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Lady Bird - É Hora De Voar (Greta Gerwig)

Corra! (Jordan Peele) - vencedor

A Forma Da Água (Guillermo del Toro & Vanessa Taylor)

Três Anúncios Para Um Crime (Martin McDonagh)

Doentes De Amor (Emily V. Gordon & Kumail Nanjiani)


MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Me Chame Pelo Seu Nome (James Ivory) - vencedor

O Artista Do Desastre (Scott Neustadter & Michael H. Weber)

A Grande Jogada (Aaron Sorkin)

Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi (Virgil Williams e Dee Rees)

Logan (Scott Frank & James Mangold e Michael Green)

 

MELHOR EDIÇÃO

Em Ritmo De Fuga (Paul Machliss e Jonathan Amos)

Dunkirk (Lee Smith) - vencedor

Eu, Tonya (Tatiana S. Riegel)

A Forma Da Água (Sidney Wolinsky)

Três Anúncios Para Um Crime (Jon Gregory)


MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

A Bela E A Fera (Sarah Greenwood; Decoração de set: Katie Spencer)

Blade Runner 2049 (Dennis Gassner; Decoração de set: Alessandra Querzola)

O Destino De Uma Nação (Sarah Greenwood; Decoração de set: Katie Spencer)

Dunkirk (Nathan Crowley; Decoração de set: Gary Fettis)

A Forma Da Água (Paul Denham Austerberry; Decoração de set: Shane Vieau e Jeff Melvin) - vencedor


MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

MIGHTY RIVER - Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi; de Mary J. Blige, Raphael Saadiq e Taura Stinson

MYSTERY OF LOVE - Me Chame Pelo Seu Nome; de Sufjan Stevens

REMEMBER ME - Viva - A Vida É Uma Festa; de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez - vencedor

STAND UP FOR SOMETHING - Marshall; de Lonnie R. Lynn e Diane Warren

THIS IS ME - O Rei Do Show; de Benj Pasek e Justin Paul

 

MELHOR TRILHA SONORA

Dunkirk - Hans Zimmer

A Forma Da Água - Alexandre Desplat - vencedor

Três Anúncios Para Um Crime - Carter Burwell

A Trama Fantasma - Jonny Greenwood

Star Wars: Os Últimos Jedi - John Williams


MELHOR EDIÇÃO DE SOM

Em Ritmo De Fuga - Julian Slater

Blade Runner 2049 - Mark Mangini e Theo Green

A Forma Da Água - Nathan Robitaille e Nelson Ferreira

Dunkirk - Richard King e Alex Gibson - vencedor

Star Wars: Os Últimos Jedi - Matthew Wood e Ren Klyce


MELHOR MIXAGEM DE SOM

Em Ritmo De Fuga - Julian Slater, Tim Cavagin e Mary H. Ellis

Blade Runner 2049 - Ron Bartlett, Doug Hemphill e Mac Ruth

A Forma Da Água - Christian Cooke, Brad Zoern e Glen Gauthier

Dunkirk - Mark Weingarten, Gregg Landaker e Gary A. Rizzo - vencedor

Star Wars: Os Últimos Jedi - David Parker, Michael Semanick, Ren Klyce e Stuart Wilson

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Abacus: Pequeno O Bastante Para Condenar - Steve James, Mark Mitten e Julie Goldman

Visages, Villages - Agnès Varda, JR e Rosalie Varda

Ícaro - Bryan Fogel e Dan Cogan - vencedor

Últimos Homens Em Aleppo - Feras Fayyad, Kareem Abeed e Søren Steen Jespersen

Strong Island - Yance Ford e Joslyn Barne


MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

Traffic Stop

Knife Skills

Edith+eddie

Heaven Is A Traffic Jam On The 405 - vencedor

Heroin(e) 

 

MELHOR FIGURINO

A Bela E A Fera - Jacqueline Durran

O Destino De Uma Nação - Jacqueline Durran

A Trama Fantasma - Mark Bridges - vencedor

A Forma Da Água - Luis Sequeira

Victoria E Abdul - O Confidente Da Rainha - Consolata Boyle


MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

O Destino De Uma Nação - Vencedor

Extraordinário

Victoria E Abdul - O Confidente Da Rainha

 

MELHOR CURTA-METRAGEM LIVE-ACTION

Dekalb Elementary- Reed Van Dyk

The Eleven O'clock - Derin Seale e Josh Lawson

My Nephew Emmett - Kevin Wilson, Jr.

The Silent Child - Chris Overton e Rachel Shenton - vencedor

Watu Wote/all Of Us - Katja Benrath e Tobias Rosen

 

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

Dear Basketball - Glen Keane e Kobe Bryant - vencedor

Garden Party - Victor Caire e Gabriel Grapperon

Lou - Dave Mullins e Dana Murray

Negative Space - Max Porter e Ru Kuwahata

Revolting Rhymes - Jakob Schuh e Jan Lachauer

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus