Pai de Amy Winehouse critica indicação ao Oscar

O taxista londrino diz que odeia o documentário sobre a filha

15/01/2016 12h12

Por Iara Vasconcelos

Mitch Winehouse, pai da cantora Amy Winehouse, comemorou a indicação póstuma da filha ao Brit Awards. Entretanto, o taxista não parece ter aprovado a indicação do documentário Amy ao Oscar 2016, feita no mesmo dia.

A declaração polêmica de Mitch foi publicada em seu Twitter oficial.

"Acabei de saber que Amy foi indicada para o Brit [Awards] de melhor cantora britânica. Nós estamos tão orgulhosos de você, baby", escreveu ele. No mesmo tuíte, Mitch deixou claro que não aprova o longa sobre a filha: "Ainda odeio aquele filme!".

+ Veja nosso especial do Oscar 2016

O documentário foi fortemente criticado pela família da ex-cantora, que afirmou que se tratava de uma representação "mentirosa" e "desequilibrada" da vida dela.

O filme narra a trajetória da cantora britânica Amy Winehouse, desde sua ascensão até o envolvimento com as drogas e sua trágica morte. Marcado por polêmicas, o documentário mostrou o outro lado da vida da intérprete de "Rehab" e deixou seu pai, o taxista Mitch, em maus lençóis, já que ele foi acusado de orbigar a filha a cumprir a agenda de shows mesmo durante seus períodos críticos.  A produção conta ainda com compilação de gravações de shows da artista e vídeos de arquivo pessoal.

Amy estreou bem nos cinemas do Reino Unido e arrecadou 519,000 mil libras, atingindo a marca de segunda maior abertura de um documentário no país, ficando atrás apenas de Fahrenheit 11 De Setembro, de Michael Moore

No Oscar, a produção concorre a estatueta ao lado de Carteland, Look of the silence, What Happened, Miss simone? (sobre a cantora Nina Simone) e Winter on Fire.

Confira o trailer de Amy:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus