Procurando Dory é a maior animação da história dos Estados Unidos

Longa já está em cartaz no Brasil

18/07/2016 19h04

Por Iara Vasconcelos

Procurando Dory acaba de completar um mês em cartaz nos Estados Unidos e já coleciona números impressionantes. No último final de semana, o longa atingiu U$445 milhões em bilheteria e se tornou a animação mais rentável dos país.

O longa superou títulos anteriores como Shrek 2 (U$441 milhões), O Rei Leão (U$422 milhões), Toy Story 3 (U$415 milhões) e Frozen - Uma Aventura Congelante (U$400 milhões), que completam a lista das maiores bilheterias.

Na trama de Procurando Dory, a peixinha azul com problemas de memória vive alegremente nos recifes com Nemo e Marlin, quando repentinamente se lembra de que tem uma família na Califórnia. Na esperança de reencontrar seus pais, Dory convence os amigos a embarcarem em uma aventura que vai mudar suas vidas rumo ao prestigioso Instituto da Vida Marinha (IVM) na Califórnia. Para isso, contará com a ajuda de três dos residentes mais intrigantes do local: Hank, um polvo briguento, Bailey, uma baleia branca incapaz de usar sua ecolocalização, e Destiny, um tubarão baleia míope.

A animação chegou aos cinemas 13 anos depois de Procurando Nemo e é como um "reencontro com velhos amigos", como contamos em nossa crítica. Veja a programação completa.

Assista ao trailer de Dory:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus