Saiba tudo sobre Alita: Anjo De Combate, de James Cameron

Foram quase 20 anos e US$ 200 milhões para fazer Alita chegar às telonas

15/02/2019 16h23 (Atualizado em 05/03/2019 11h35)

Por Daniel Reininger

Alita: Anjo De Combate é inspirado no mangá de Yukito Kishiro e tem roteiro imaginado por James Cameron, diretor de Avatar e Titanic, que também assume a produção. A história em quadrinhos japonesa é mais conhecida no Brasil como Gunnm (nome que pode ser traduzido livremente como: "sonho de uma arma").

A trama se passa em um universo cyberpunk, subgênero alternativo de ficção científica, conhecido por tratar de alta tecnologia, baixa qualidade de vida e opressão. A protagonista é uma ciborgue danifica encontrada pelo médico e caçador de recompensas Daisuke Ido, que a conserta e a adota como filha.

Na trama, a Terra vive uma espécie de era pós-apocalíptica, onde apenas uma cidade, chamada Zalém, ainda flutua no céu, como era comum 300 anos antes. Sob ela, fica a Cidade da Sucata, local decadente e lar de milhões de pessoas. No mangá, Zalem fica nos Estados Unidos e não no Japão, num local perto do que seria Kansas City, no estado do Missouri. Por isso, o elenco é diversificado e não pode ser considerado whitewashing, quando personagens de outra etnia são representados por atores brancos, já que a história não se passa na Ásia.

Um assunto que permeia a obra original e também o longa é a busca pela identidade, legado e descoberta. Alita não lembra nada do seu passado e só consegue lembrar de algum elemento de seu passado quando luta.

Alita, que se chama Gally no mangá, possui cérebro humano e corpo robótico. Seu núcleo possui tecnologias perdidas há mais de 300 anos, desde que uma grande guerra acabou com o planeta. Ela é especialista num estilo de luta que a faz extremamente mortal nesse cenário.

O filme

Foram quase 20 anos e US$ 200 milhões para fazer Alita: Anjo de Combate chegar às telonas. O filme é inspirado nos quatro primeiros volumes do icônico mangá de Yukito Kishiro, lançado em 1993. Ele conta a história de uma ciborgue adolescente encontrada em um ferro velho, dona de tecnologia perdida há séculos e em busca de sua identidade.

É uma incrível obra de ficção, adaptada por um especialista em sci-fi (James Cameron), dirigida por um ás da ação (Robert Rodriguez), estrelada pela simpática Rosa Salazar (Bird Box) como Alita e pelo ótimo Christoph Waltz (Django Livre), no papel de Ido. 

O mangá foi recomendado a James Cameron por Guillermo del Toro e foi amor à primeira vista. O nome de domínio "battleangelalita.com" foi registrado para James Cameron pela 20th Century Fox ainda em junho de 2000 e, em abril de 2003, Cameron havia confirmado que iria dirigir o filme.

Em junho de 2005, o longa foi adiado porque Cameron desenvolvia Avatar, filme de maior bilheteria da história do cinema. Em outubro de 2015, o cineasta Robert Rodriguez (Planeta Terror) estava em negociações para dirigir, indicado por Cameron.

O longa tem diversos momentos que parecem terem sido reproduzidos quadro-a-quadro da obra original e procura reproduzir com fidelidade muitos elementos da trama, porém, enquanto reproduz bem as cenas de ação, acaba deixando de lado as questões mais filosóficas da obra japonesa original.

O filme já está em cartaz; assista ao trailer:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus