Série da Netflix faz condenação à prisão perpétua ser revogada

Investigação conduzida por Making a Murderer faz juiz rever o caso

12/08/2016 19h01

A investigação conduzida pela série de documentários Making a Murderer, produzida pela Netflix, fez com que um dos dois condenados tivesse sua sentença reavaliada.

O sobrinho de Steven Avery, Brendan Dassey, pode ser liberto da prisão até março de 2017, segundo a nova decisão de um juiz em Milwaukee (EUA). A dupla foi condenada pelo assassinato da fotógrafa Teresa Halbach. O crime ocorreu em 2005, mas o julgamento só aconteceu dois anos depois.

A série investigou o caso de Avery e as más condutas da polícia, o que pode ter levado a uma condenação precipitada. De acordo com o juiz, as deficiências mentais de Dassey, os abusos cometidos pelas autoridades durante o interrogatório e a pouca idade do jovem de 16 anos o levaram a rever o caso.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus