Sociedade Brasileira de Pediatria critica nova série da Netflix

Super Drags é acusada de utilizar linguagem infantil para discutir tópicos do mundo adulto

20/07/2018 12h27

Por Thamires Viana

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou uma nota oficial em seu site onde critica a nova série da Netflix, Super Drags. A atração brasileira, que ainda está em produção pela plataforma, não tem data de estreia, mas acompanha jovens que se transformam em drag queen super-poderosas.

O órgão aponta em um de seus parágrafos os "riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto", além de pedir o cancelamento da série. 

No entanto, Super Drags não é uma animação voltada para crianças, assim como Simpsons, South Park e Rick and Morty.

Na trama, acompanhamos as aventuras de três jovens com uma vida super normal... durante o dia, Patrick, Donny e Ramon trabalham em uma loja de departamento, com clientes irritantes e um chefe exigente. À noite, eles liberam suas divas internas para se tornar Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesim: três incrivelmente fabulosas Super Drags que foram recrutadas para reunir a comunidade LGBT e espalhar purpurina no mundo.

Veja o trailer:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus