Stan Lee acusa companheiro de trabalho de roubar frascos com seu sangue

Roubo envolvia esquema para lançar produto macabro

02/04/2018 14h51

Por Iara Vasconcelos

A vida de Stan Lee está cada vez mais parecida com um filme de terror. Após ser agredido pelo seu segurança e ter dinheiro roubado de sua conta, o mestre dos quadrinhos acusa um ex-companheiro de trabalho de ter roubado frascos com seu sangue.

Segundo o tablóide TMZ, o furto teria acontecido em outubro do ano passado quando o homem falsificou um documento médico e o entregou para uma das enfermeiras particulares do desenhista pedindo a retirada de uma quantidade significativa de seu sangue. Após o final do procedimento, Lee teria ficado tonto e se sentido mal.

De acordo com a publicação, a intenção do roubo seria uma ideia macabra de vender canetas exclusivas que teriam o sangue de Lee como tinta. 

Felizmente, o esquema foi descoberto por Keya Morgan, produtor e amigo próximo de Lee, que não hesitou em acionar os advogados e as autoridades.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus