Star Wars - Episódio 8: Filme pode sofrer mais atrasos por conta de greve

Além da saga espacial, Mulher-Maravilha e reboot de A Múmia devem ser afetados

29/01/2016 16h07

Por Iara Vasconcelos

Star Wars: Episódio 8, que já foi adiado para dezembro de 2017, pode ser uma das produções que vai sofrer com atrasos por conta da greve organizada pelos técnicos de iluminação do Reino Unido. 

+ Sabe tudo sobre a saga? Então teste seus conhecimentos no nosso quiz

Os profissionais estariam frustrados com o adiamento do aumento que a classe deveria ter recebido, a cerca de quatro anos atrás, e exigem um posicionamento da indústria cinematográfica. Sem um acordo entre os técnicos e os empregadores, muitos produtores já começaram a reagendar a estreia de seus filmes.

O sindicato BECTU, que defende os interesses dos profissionais do entretenimento, se encontraram com a liga dos produtores dos EUA nos estúdios da Warner Bros. no complexo de Leavesden para uma reunião. Os produtores ofereceram um aumento entre 5% e 8,5 % dependendo da qualificação de cada técnico de iluminação e suas responsabilidades.

 + Curiosidades sobre O Despertar da Força

A proposta será levada para os profissionais e demais membros do BECTU e uma votação será feita para decidir se os termos serão aceitos ou se a greve prosseguirá.

Além do Episódio 8, o filme solo da Mulher-maravilha, o reboot de A Múmia, com Tom Cruise, e a ação The Foreigner, com Jackie Chan e Pierce Brosnan, também podem ser afetados pela paralização.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus