Star Wars IX: Entenda os mistérios do retorno de Palpatine

Personagem foi o vilão principal do último longa da saga

04/03/2020 11h56

Por Alexandre Dias

Cuidado com os spoilers! 

Star Wars: A Ascensão Skywalker foi um dos filmes mais polêmicos da saga por ter trazido um dos seus principais vilões de volta à franquia, o Imperador Palpatine. Sendo o principal antagonista das duas primeiras trilogias, foi uma surpresa ele ter retornado no Episódio IX sem ter dado o menor sinal de vida nos dois longas antecessores. 

Sem dúvida o grande motivo do questionamento da sua nova aparição é a contradição com o final de Star Wars: Episódio Vi - O Retorno De Jedi, em que ele morre. Não há explicação plausível na trama do nono longa sobre a reversão desse fato, algo parecido com o que ocorreu com o Professor Xavier de Patrick Stewart em X-men: Dias De Um Futuro Esquecido

Portanto, quais poderiam ser as justificativas (deduzidas) para a volta de Palpatine? Há algumas semi-interpretações disso. Uma delas é a fala do personagem em Star Wars: Episódio Iii - A Vingança Dos Sith para Anakin Skywalker (Hayden Christensen) sobre o seu mestre.

Darth Plagueis era um Lorde Sith que, segundo Palpatine, tinha tanto poder que controlava a vida e a morte. Como o futuro Darth Sidious - identidade Sith de Palpatine - afirma, ele ensinou tudo a ele, consequentemente o vilão saberia fazer o mesmo. Vale lembrar que Plagueis não é mencionado em Star Wars: A Ascensão Skywalker

Morte no Episódio VI

A suposta morte de Darth Sidious em Star Wars: Episódio Vi - O Retorno De Jedi acontece durante a redenção de Darth Vader (David Prowse/James Earl Jones), quando ele o arremessa em uma cratera da nave. Isso não havia ocorrido pela primeira vez na saga e, no caso em questão, a morte não se efetivou. 

Estamos falando da queda de Luke Skywalker (Mark Hamill) em Star Wars: Episódio V - O Império Contra-ataca. Obviamente, as cenas se passam em locais diferentes, mas dada a sorte do herói em cair nos lugares certos, não podemos dizer que o mesmo não teria acontecido com o Imperador

Clone

A justificativa mais plausível para o retorno de Palpatine foi cortada de Star Wars: A Ascensão Skywalker. Como o intérprete do personagem Ian McDiarmid declarou na London Comic Con Spring (via Indiewire) o vilão do nono filme seria um clone. Ele explica:

"A questão do clone. Sim. Bom, claro haviam várias explicações para o motivo do meu retorno. Mas é interessante porque em determinado ponto do roteiro tinha uma fala na primeira cena com Adam (Driver) que ele diz 'você é um clone'. E eu disse que no roteiro original, que não está mais entre nós, 'mais que um clone, menos que um homem'. O que parecia resumir tudo para mim."

Por não ter acontecido isso no filme acaba por virar uma especulação, apesar da confirmação de que esse fato será consumado no livro derivado do Episódio IX de Rae Carson. Ele teria a alma do vilão original. Vale dizer que há uma certa barreira que qualquer explicação na literatura não vai ultrapassar até o resultado do longa, afinal, há a separação das mídias. 

Ainda assim, essa justificativa não deixa de ser vaga. O principal motivo disso é Rey (Daisy Ridley), que é parente de Palpatine. Ela é parente do clone ou do personagem original? Essa réplica já estava viva em Star Wars: Episódio Vi - O Retorno De Jedi? Por que não apareceu antes? 

Todos esses questionamentos, por vezes frustrantes, também tornam Star Wars o que sempre foi: um poço infindável de discussões de amantes da cultura pop. 

Veja também: Tecnologia que deu errado em filmes e séries


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus