Star Wars: John Boyega comenta preconceito com seu personagem

Ator disse ainda como lida com o fato de estar em uma franquia tão importante

09/10/2015 12h21

Por Daniel Reininger

Em entrevista para a V Magazine, John Boyega, o Finn de Star Wars: O Despertar Da Força, comentou as reações negativas de parte do público com sua presença na franquia.

O ator falou sobre os comentários após o lançamento do primeiro trailer, em que algumas pessoas questionaram um ator negro como protagonista. "Foi desnecessário. Estou no filme, o que você vai fazer a respeito disso? Ou você gosta, ou não. E não estou dizendo que você precisa se acostumar com o futuro, porque isso já está acontecendo. Pessoas negras e mulheres estão ganhando cada vez mais espaço nas telas. Tentar esconder isso simplesmente não faz sentido", desabafou.

Boyega comentou ainda sobre o preconceito em outras produções que participou. "Todos esses filmes que fiz geraram comentários nas mentes estereotipadas. É algo sobre tentar tirar pessoas de um estado mental preconceituoso e fazê-las perceber: 'Cara, estamos vendo pessoas normais'".

Para finalizar, o ator disse como lida com o fato de estar em uma franquia tão importante quanto Star Wars. "Estou sendo orientado por Robert Downey Jr. agora. Ele está ajudando a me preparar sobre como minha vida vai mudar e como isso pode ser inspirador. Estou conversando com alguém que conhece o poder das escolhas, positivas e negativas. A maioria dos amigos que fiz em Los Angeles são pessoas comuns. Um dos meus amigos trabalha no aeroporto. A única diferença é que eu falo 'Eu vou para o planeta Jakku enquanto você vai para o escritório'"

O Despertar Da Força se passará 30 anos depois dos acontecimentos de O Retorno De Jedi e contará com o retorno de personagens clássicos como Luke (Mark Hamill), Leia (Carrie Fisher) e Han Solo (Harrison Ford). Oscar IsaacJohn BoyegaDaisy Ridley e Adam Driver são as novidades no elenco.

Dirigido por J.J. Abrams, o longa estreia em 17 de dezembro. 

Reveja o primeiro trailer:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus