Tainá 3 – Na Selva da Cidade pode ser o primeiro filme brasileiro em 3D

19/08/2009 11h32

Tainá 3 – Na Selva da Cidade pretende ser o primeiro longa-metragem brasileiro a utilizar a tecnologia 3D, de acordo com a coluna Radar Online, da Veja.

O terceiro filme da história da índia está em fase de captação. De acordo com o banco de dados da Ancine (Agência Nacional do Cinema), a produtora Sincrocine teve autorização para captar R$ 8 milhões. Porém, apenas 18 % (R$ 1,570 milhão) já foram captados.

A produtora também tem aprovado para captação a quantia de R$ 190 mil, no artigo 3º da Lei do Audiovisual para “pesquisa para adaptação à tecnologia 3D”.

Tainá – Uma Aventura Na Amazônia, de Tânia Lamarca e Sergio Bloch, fez 853 mil espectadores e obteve renda de R$ 3 milhões em 2001. O segundo filme da série, Tainá, A Aventura Continua, de Mauro Lima, fez 788 mil espectadores e renda de R$ 4,6 milhões em 2005. O terceiro filme será dirigido por Michael Ruman (montador de Eliana Em o Segredo dos Golfinhos).

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus