Todo Dinheiro do Mundo: Substituir Kevin Spacey custou US$ 10 milhões ao longa

Longa deve chegar em 25 de janeiro

20/12/2017 11h16

Por Daniel Reininger

Após ser acusado de assédio, Kevin Spacey foi excluído de Todo o Dinheiro do Mundo e isso adicionou US$ 10 milhões ao orçamento do filme que, até então, custava apenas US$ 40 milhões.

Christopher Plummer foi inserido no filme e, para isso, foram rodados 400 trechos em nove dias de filmagens no Reino Unido e na Itália. O diretor Ridley Scott usou as locações originais nas refilmagens, com exceção de uma cena em Roma. O uso de efeitos visuais só foi necessário em uma cena, rodada originalmente na Jordânia, na qual Plummer atuou em frente ao chroma key e o cenário foi adicionado na pós-produção.

Algumas cenas foram completamente refeitas e Michelle Williams e Mark Wahlberg precisaram retornar para as refilmagens. A montadora do filme, Claire Simpson, afirma que o maior desafio na hora de editar o longa foi ajustar os diferentes tons de atuação de Plummer e Spacey.

Pluumer vive o papel do magnata da indústria petrolífera John Paul Getty, que se recusou a pagar o resgate de seu neto adolescente, sequestrado em 1973. Ele era a escolha principal de Scott desde o início, mas o estúdio resolveu que Spacey era um nome de peso que poderia render mais sucesso ao filme.

O longa deve chegar em 25 de janeiro.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus