Todo O Dinheiro Do Mundo: Ridley Scott fala sobre polêmica de salários

Mark Wahlberg recebeu US$ 1,5 milhões enquanto Michelle Williams ganhou apenas US$ 1 mil

11/01/2018 18h58

Por Thamires Viana

O diretor Ridley Scott se pronunciou sobre a polêmica envolvendo a diferença de salários entre os atores Michelle Williams e Mark Wahlberg durante as regravações das cenas de Todo O Dinheiro Do Mundo, longa que recentemente substituiu Kevin Spacey por Christopher Plummer no papel principal.

Segundo o The Playlist, Scott se sente "traído" por Wahlberg. O diretor disse à imprensa que todo o elenco regravou as cenas de graça durante o feriado de Ação de Graças e que ele teria sido informado sobre as negociações salariais com os atores somente depois. Quanto a Wahlberg, ele aparentemente nunca trabalha de graça, e seus representantes forçaram a produção a atender as suas demandas. 

Ontem (10) o USA Today divulgou que o valor que cada um dos atores ganhou para regravar as cenas do filme - algo que não estava previsto em contrato antes da retirada de Spacey do elenco - e descobriu que Williams recebeu menos de 1% do que o seu companheiro para filmar quase a mesma quantidade de material. A publicação afirma que enquanto Wahlberg recebeu US$ 1,5 milhões pelo trabalho, Williams ganhou apenas US$ 80 dólares por dia, totalizando o valor de US$ 1 mil ao todo.

No longa baseado em fatos reais, Plummer vive o magnata do petróleo J.Paul Getty, que foi considerado o homem mais rico do mundo. Seu neto, John Paul Getty III, vivido pelo ator Charlie Plummer, é sequestrado e o avô se recusa a pagar o resgate. Gail (Michelle Williams), a mãe do jovem, conta com a ajuda do ex-agente da CIA, Fletcher Chase (Mark Wahlberg) para salvar a vida do filho.

Todo O Dinheiro Do Mundo estreia em 01 de fevereiro.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus