Uwe Boll, diretor de questionáveis filmes de games, anuncia aposentadoria

A cada novo filme, sua fama de pior diretor do mundo aumentava

27/10/2016 13h13

Por Daniel Reininger

Todo fã de games conhece Uwe Boll, diretor alemão famoso por ter feito filmes baseados em diversos jogos como Alone In The Dark - O Despertar Do Mal, Bloodrayne, Postal, Far Cry e House of the Dead. E quem o conhece sabe que sua marca registrada é sua baixa qualidade.

+ Veja os piores filmes sobre games já produzidos

Cansado de lutar contra a maré, o cineasta acaba de anunciar sua aposentadoria ao jornal Metro. "O mercado está morto, você não consegue mais fazer dinheiro com filmes porque o mercado de DVD e Blu-ray caiu 80% nos últimos três anos ao redor do mundo. Essa é a verdadeira razão; eu não posso arcar com os custos para fazer filmes", justificou o cineasta.

"Nunca fiz as pessoas me darem dinheiro. Uso meu próprio dinheiro desde 2005 e se eu não tivesse feito estes estúpidos filmes baseados em videogames eu não teria juntado dinheiro para que eu pudesse falar: 'Vamos fazer um filme sobre Darfur'. Eu não preciso de uma Ferrari, não preciso de um iate. Eu investi em meus próprios filmes e perdi dinheiro", revelou.

Só não custa lembrar que em 2013 o diretor tentou financiar Postal 2 com uma campanha virtual pelo Kickstarter, pedindo US$ 500 mil, mas só conseguiu algo em torno de US$ 30 mil, afinal, o público já imaginou o que sairia do projeto.

Seu último trabalho como diretor erá Rampage: President Down, mas como produtor ele ainda continuará atuando por meio de sua empresa de distribuição de filmes. Ele também possui um restaurante em Vancouver.

Boll é conhecido também por sua agressividade e até ganhou o apelido de Raging Boll, em referência ao longa Touro Indomável (Raging Bull), de Martin Scorsese. Ele até chegou a desafiar críticos de cinema para lutas de boxe. O curioso é que ele conseguiu marcar quatro combates e nunca foi derrotado.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus