Veja 5 filmes que retratam a Queda do Muro de Berlim

Há 28 anos, o maior símbolo da Guerra Fria era derrubado

09/11/2017 11h43

Por Iara Vasconcelos

Há 28 anos o mundo presenciava a queda do Muro de Berlim, que separava a República Democrática Alemã (Alemanha Oriental - socialista) da Alemanha Oriental (socialista) durante a Guerra Fria.

Para relembrar esse fato marcante, confira cinco filmes que retratam a reunificação da Alemanha:

Cortina Rasgada (1966)

Revoltado com a dissolução do programa nuclear norte-americano no qual trabalhou durante seis anos, o cientista Michael Armstrong (Paul Newman) viaja para a Alemanha Oriental para descobrir detalhes da Missão Nuclear Soviética. Seguido por sua noiva (Julie Andrews), que estranha sua deserção, Newman acaba sendo caçado como espião pelo próprio governo oriental depois que um agente alemão aparece morto e é obrigado a passar por uma série de obstáculos para escapar do país.

Duas Vidas (2012)

Em 1990 na Europa, o Muro de Berlim acabou de cair. Katrine, que cresceu na Alemanha Oriental, mas que já mora na Noruega há mais de 20 anos, é uma "criança da guerra" – fruto de uma relação amorosa entre uma mulher norueguesa e um soldado ocupante alemão durante a Segunda Guerra. Ela desfruta de uma vida feliz com a mãe, o marido, a filha e a neta. Mas quando um advogado pede que ela e sua mãe testemunhem num julgamento contra o estado norueguês a favor das crianças da guerra, ela resiste. Aos poucos, uma teia de segredos é desvendada.

A Vida Dos Outros (2006)

Nos anos 80, quando a Alemanha ainda era dividida pelo Muro de Berlim, o bem-sucedido dramaturgo Georg Dreyman (Sebastian Koch) e sua companheira, a famosa atriz Christa-Maria Sieland (Martina Gedeck), vivem em meio à elite intelectual da Alemanha Oriental. Quando o Ministro da Cultura (Thomas Thieme) interessa-se pela atriz, o agente do serviço secreto Wiesler (Ulrich Mühe) recebe a missão de observar o casal, passando a achar suas vidas e personalidades cada vez mais fascinantes.

Adeus, Lênin! (2003)

Um jovem protesta contra o regime governamental. Sua mãe o vê sendo preso por policiais, sofre um ataque cardíaco e entra em coma. Alguns meses depois, a Alemanha está unida e ela desperta. Já que não pode ter emoções fortes, o filho tenta de todas as maneiras esconder dela o acontecido, evitando o contato com o mundo capitalista.

O ESPIÃO QUE SAIU DO FRIO (1966)

Alec Leamas (Richard Burton) é um espião inglês do MI-16 (serviço de espionagem britânico) que foi enviado para a Alemanha Oriental e, depois de ser afastado do serviço, acaba aceitando a proposta de trabalhar como agente duplo.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus