Vingadores - Guerra Infinita bate a marca de US$ 1 bilhão em 11 dias

Longa superou o recorde de Star Wars: O Despertar da Força

07/05/2018 10h32

Por Thamires Viana

Vingadores: Guerra Infinita é o mais novo filme a garantir US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais em tempo recorde. Em apenas 11 dias em cartaz, o longa dirigido por Anthony e Joe Russo alcançou o valor no sábado, dia 05 de maio, superando os 12 dias que levou para Star Wars: O Despertar Da Força garantir o mesmo valor. (via THR)

Guerra Infinita terminou a sexta-feira (04) com um total mundial de US$ 974,5 milhões, incluindo os US$ 369,7 milhões nos EUA, onde tornou-se a maior abertura de toda a história com a bagatela de US$ 257,8 milhões.

+ Filmes que alcançaram US$ 1 bilhão nas bilheterias

O total internacional do filme, de US$ 604,8 milhões até quinta-feira (03) é ainda mais impressionante pelo fato de não ter sido lançado na China ainda, algo que só acontecerá no dia 11 de maio. Em sua estreia na Rússia, o longa abriu com US$ 4,9 milhões, o maior dia de abertura de todos os tempos no país.

Vingadores: Guerra Infinita está em cartaz nos cinemas. 

Confira tudo sobre o filme:

+ Easter Eggs que você não percebeu quando viu Guerra Infinita

+ Vingadores: Guerra Infinita: Entenda a cena pós-créditos e volta de vilão

+ Guerra Infinita: Veja títulos do cinema que são referências no longa

+ Capitã Marvel: Conheça a nova heroína do universo de Vingadores

+ Vingadores: Conheça Thanos, vilão que levará Marvel à Guerra Infinita

+ Guerra Infinita: Josh Brolin revela que Thanos não irá durar para sempre

+ Guerra Infinita : Ator de The Walking Dead dubla vilão que retorna

+ Cronologia MCU: Entenda a Linha do Tempo dos Vingadores

+ Spoilers: Internet vai à loucura com lista de mortes de Vingadores: Guerra Infinita

+ Confira a critica SEM SPOILERS

+ Exclusivo: "São mais do que filmes, são eventos cinematográficos", diz Karen Gillan, a Nebulosa

+ Entrevista: "Estar entre os Guardiões foi incrível", diz Chris Hemsworth

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus